KELLER - Sensores de Pressão
KELLER - AMBIENTE
LED

Representações

Exair
Williamson Sonir
Keller
MORGAN AM&T
THERMOKON
CAUDALÍMETROS
CS INSTRUMENTS
KUHLMMAN
OWNSTONE
CENTEC

Analysis with Lonestar

Oil and Gas Analysis with Lonestar

At Owlstone, we have extensive experience of developing bespoke detection solutions for the Oil and Gas industry. Applications can be developed from scratch according to customer needs, as there are no compound-specific elements within the Lonestar system. Below are some examples of how the Lonestar is currently being put to use.

   
Amine Detection with Lonestar Amine Detection with LonestarA variety of amines may be found in oil and gas, both as constituents and as by-products of processes to remove H2S and/or CO2. Lonestar can detect the presence of amines in both crude oil and water backgrounds, allowing in-situ monitoring of concentrations throughout the treatment process. TOPGUARD is a trademark of Baker Hughes Incorporated.
Analyzing Eagle Ford Crude with Lonestar Analyzing Eagle Ford Crude with LonestarThe Eagle Ford Shale Play in Southern Texas is currently (October 2013) the second most productive oil field in the United States, producing some 1.07 million barrels per day . However, after extraction, hazardous levels of hydrogen sulfide may be present in the crude. H2S can be contained or removed with triazine-based scavengers, but leftover scavengers and the reaction byproducts can themselves cause corrosion and fouling downstream. Using the Lonestar portable analyzer, excess scavenger content in crude after treatment can be identified and quantified. For more details, see the Analysis of H2S Scavengers page.
Analysis of Organic Chlorides in Crude Oil Analysis of Organic Chlorides in Crude OilOrganic chloride contamination in crude oil can cause hydrochloric acid to be formed during hydrotreating. The hydrochloric acid then corrodes equipment through accumulation, and can be particularly damaging in crude tower overhead systems. For this reason, organic chloride levels should ideally be kept below 1ppm.
Carbonyl Sulfide in Propane Carbonyl Sulfide in PropaneCarbonyl sulfide is a contaminant in propane that can form corrosive hydrogen sulfide when it undergoes hydrolysis. This process has been implicated in corrosion and compliance-testing failures in the LPG industry. Using Lonestar, the presence of carbonyl sulfide in propane can be quickly identified.
Detecting Acetic Acid in Crude Oil Detecting Acetic Acid in Crude OilAcetic acid is used to prevent the formation and precipitation of naphthenate salts during crude oil separation and desalting. However, excess acetic acid can lead to high corrosion rates (~100mils/year compared to a normal rate of around 5mils/year), and can generate a high chemical oxygen demand in waste water treatment plants. There is therefore a need for rapid, on-site measurement of acetic acid levels.
Oil Assay - Methanol Analysis Oil Assay - Methanol AnalysisMethanol in crude oil impacts water treatment systems in refineries because bacteria involved in cleansing the water preferentially break down methanol, leaving hydrocarbons and toxins untreated. Methanol is miscible in water, so is present in the desalter effluent. Refineries often choose to cut crude runs rather than risk a "bug kill" - a large upset that would require major remediation and could cause violation of environmental legislation, permit excursions or future penalties.
Analysis of Scavengers for Sulfide (H2S) Removal from Crude Oil Analysis of Scavengers for Sulfide (H2S) Removal from Crude Oil

Triazine compounds are commonly used as scavenger chemicals to remove hydrogen sulfide (H2S) from crude oil, in a process sometimes called "stripping".  These triazine-based additives are often present in excess of the levels required to remove the H2S. The excess triazine, together with the by-products of the scavenging reaction with H2S, may cause corrosion and fouling in downstream equipment. Consequently, there is value in petroleum processors being able to quickly measure excess concentration of scavenger before custody transfer.

 

 

Ler mais

Mangueiras de Aquecimento de Líquidos e Gases

 

Mangueiras Térmicas – Aquecimento de líquidos

 

Tipo: Mangueiras Térmicas

As mangueiras térmicas são uma solução ideal em muitos e variados processos tecnológicos em que os materiais líquidos ou gasosos têm de ser transportados de forma flexível e sem qualquer perda de temperatura.

A Electro Heat A/S fornece uma ampla variedade de desenhos para camisas de proteção exterior de mangueiras térmicas. A camisa de proteção exterior da mangueira de térmicas é concebida e produzida para se adequar a uma vasta gama de temperaturas, diversas capacidades do equipamento operacional e outras aplicações.

Processos de análise como combustão de água, medição de gases de escape de motores e também outras aplicações utilizadas em refinarias e na indústria química. As substâncias gasosas são libertadas da saída do equipamento de medição, onde os gases são mantidos sem gelo e protegidos da condensação. A temperatura durante estes processos é mantida em aprox. 200-250° Celsius.

 

Tipo: KW

KW: Interior liso em PTFE e bainha exterior em aço inox para operações de baixa pressão.

Aplicações: Transporte de produtos alimentares, matérias primas: compotas, chocolate, xaropes, etc. Aplicações de matérias derretidos e quentes: Embalagem, acabamento de madeiras e indústria de extrusão. Análise de fumos e gases em instalações de produção de energia e laboratórios de pesquisa. Misturas na indústria farmacêutica e cosmética.

olegadas

mm

P.T.F.E
Espessura da parede

Diâmetro Mínimo Interno

Diâmetro Máximo
Interno

 

Raio mínimo de curvatura

Pressão máxima de operação

3/16"

5,0 mm

0,76 mm

4,4 mm

7,5 mm

40 mm

265 bar

1/4"

6,5 mm

0,63 mm

6,0 mm

P9,0 mm

60 mm

240 bar

5/16"

8,0 mm

0,63 mm

7,5 mm

11,0 mm

70 mm

200 bar

3/8"

9,5 mm

0,63 mm

9,1 mm

12,0 mm

80 mm

190 bar

13/32"

10,5 mm

0,76 mm

10,0 mm

13,0 mm

90 mm

160 bar

1/2"

13,0 mm

0,76 mm

12,0 mm

16,0 mm

110 mm

150 bar

5/8"

16,0 mm

0,76 mm

15,0 mm

19,0 mm

150 mm

110 bar

3/4"

19,0 mm

1,0 mm

18,0 mm

22,5 mm

200 mm

80 bar

7/8"

22,0 mm

1,0 mm

21,5 mm

26,0 mm

230 mm

70 bar

1"

25,0 mm

1,0 mm

24,0 mm

29,0 mm

300 mm

55 bar

1.1/8"

28,5 mm

1,0 mm

28,0 mm

33,0 mm

350 mm

40 bar

 

• K100 Temperatura de funcionamento acima de 100º C

• K250 Temperatura de funcionamento acima 250º C

• K200 Temperatura de funcionamento acima de 200º C

• Comprimento ilimitado

Tipo: KD

KD: Interior liso em PTFE. Camada externa dupla OC M em aço inox, para operações médias e de pressões pulsantes.

Aplicações: aplicações de tinta e.g. estaleiros de construção de barcos. Indústria de vidro. Transporte de produtos quentes para assemblagem de componentes elétricos, componentes para automóvel e utensílios para casa. Aplicação de Poliuretano, colas com dois componentes e polyester.

INCH

MM

P.T.F.E
Espessura da parede

Diâmetro
Interno
máximo

Diâmetro
Interno

máximo

Raio mínimo de curvatura

Pressão máxima de funcionamento

3/16"

5,0 mm

1,0 mm

4,5 mm

9,0 mm

25 mm

320 bar

1/4"

6,5 mm

1,0 mm

6,0 mm

10,9 mm

26 mm

310 bar

5/16"

8,0 mm

1,0 mm

7,5 mm

12,6 mm

35 mm

275 bar

3/8"

9,5 mm

1,0 mm

9,1 mm

14,3 mm

50 mm

240 bar

13/32"

10,5 mm

1,0 mm

10,0 mm

15,3 mm

60 mm

230 bar

1/2"

13,0 mm

1,0 mm

11,9 mm

17,3 mm

75 mm

200 bar

5/8"

16,0 mm

1,3 mm

15,0 mm

21,2 mm

100 mm

155 bar

3/4"

19,0 mm

1,3 mm

18,0 mm

24,3 mm

135 mm

110 bar

7/8"

22,0 mm

1,3 mm

21,5 mm

28,5 mm

230 mm

105 bar

1"

25,0 mm

1,3 mm

24,0 mm

31,2 mm

250 mm

84 bar

1.1/8"

28,5 mm

1,3 mm

28,0 mm

35,5 mm

350 mm

40 bar

1.1/4"

32,0 mm

1,5 mm

30,4 mm

37,5 mm

400 mm

75 bar

1.1/2"

38,0 mm

1,5 mm

36,2 mm

44,7 mm

800 mm

65 bar

2"

50,0 mm

1,5 mm

48,8 mm

57,4 mm

1200 mm

40 bar

 

•K100 Temperatura de operação 100º C

•K250 Temperatura de funcionamento  > 250º C

•K200 Temperatura de Operação  > 200º C

• Comprimento ilimitado

 

Tipo: KHP

KD: Interior liso em PTFE com elevada resistência externa de dupla camada e malha de aço inox, para operações pulsantes e for de elevada capacidade.

Aplicações: Transporte de polímeros em máquinas de extrusão. Aplicação de Poliuretano, colas de dois componentes e poliester. Transporte de produtos quentes para assemblagem de componentes elétricos, componentes de automóveis e produtos para casa.

Polegada

mm

Diâmetro mínimo externo

Diâmetro Máximo Externo

Raio mínimo de curvatura

Pressão máxima de operação*

Pressão Burst 
à temperatura ambiente

1/4"

6,0 mm

5,6 mm

9,9 mm

38 mm

345 bar

1276 bar

5/16"

8,0 mm

7,8 mm

12,4 mm

63 mm

345 bar

1241 bar

3/8"

9,5 mm

10,1 mm

15,6 mm

73 mm

345 bar

1241 bar

1/2"

13,0 mm

12,5 mm

18,5 mm

82 mm

345 bar

1207 bar

5/8"

16,0 mm

15,6 mm

25,1 mm

98 mm

345 bar

1207 bar

7/8"

22,0 mm

22,0 mm

32,2 mm

127 mm

345 bar

1172 bar

1.1/8"

28,5 mm

28,4 mm

42,2 mm

305 mm

345 bar

1138 bar

1.1/4"

32,0 mm

34,9 mm

48,2 mm

356 mm

276 bar

1034 bar

(*) Por pressão pulsante, reduz a operação de funcionamento para 69 bar.

•K100 Temperatura de operação > 100º C

•K250 Temperatura de Operação  > 250º C

•K200 Temperatura de operação > 200º C

•Comprimento Ilimitado

 

Tipo: KFA

KFA: interior corrugado em PTFE reforçado com fibra de vidro impregnado em fio de metálico e malha em aço inox de alta resistência.

 

Aplicações: Transporte químicos corrosivos. Transporte de gases. Moldagem de plásticos.Etc.

Polegadas

mm

Diâmetro mínimo interno

Diâmetro máximo externo

Raio de Mínimo de curvatura

Pressão máxima de operação

Rutura 
à temperatura ambiente

1/2"

13 mm

9,5 mm

18,0 mm

54 mm

100 bar

400 bar

3/4"

19 mm

16,0 mm

25,4 mm

108 mm

70 bar

280 bar

1"

25 mm

22,2 mm

36,2 mm

180 mm

40 bar

160 bar

1.1/4"

32 mm

28,5 mm

42,8 mm

230 mm

35 bar

140 bar

1.1/2"

38 mm

35,0 mm

50,0 mm

300 mm

30 bar

120 bar

2"

50 mm

47,6 mm

62,9 mm

450 mm

27 bar

106 bar

3"

75 mm

73,0 mm

96,5 mm

1000 mm

13 bar

52 bar

 

•K100 Temperatura de funcionamento  > 100º C

•K200 Temperatura de Funcionamento  > 200º C

Comprimento ilimitado

 

 

Tipo: K-Flex

K/Flex: Interior Corrugado em PTFE e exterior em malha em aço inox de elevada resistência. Características para níveis de elevada higiene e resistência a permeabilidade de gases.

Aplicações: Indústria farmacêutica e de cosmética, indústria alimentar como laticínios e de chocolate .

 

Polegadas

mm

Diâmetro Interno Atual
 

Diâmetro Máximo
Externo

Raio mínimo de curvatura

Pressão máxima de operação

Pressão de Rutura  
á temperatura ambiente

3/8"

10 mm

9,5 mm

13,0 mm

20 mm

80 bar

320 bar

1/2"

15 mm

12,7 mm

16,5 mm

38 mm

70 bar

280 bar

5/8"

16 mm

16,0 mm

20,8 mm

45 mm

65 bar

260 bar

3/4"

20 mm

19,0 mm

24,4 mm

50 mm

60 bar

240 bar

1"

25 mm

25,4 mm

31,9 mm

70 mm

25 bar

200 bar

1.1/4"

32 mm

32,0 mm

39,7 mm

140 mm

45 bar

180 bar

1.1/2"

40 mm

38,0 mm

46,8 mm

180 mm

40 bar

160 bar

2"

50 mm

50,8 mm

60,2 mm

300 mm

30 bar

120 bar

 

•K100 Temperatura de funcionamento > 100º C

•K250 Temperatura de funcionamento > 250º C

•K200 Temperatura de funcionamento > 200º C

• Comprimento Ilimitado

Tipo INOX: Baseada em AISI 321 mangueira flexível em aço inox sem empanques e costura.

Aplicações: Transporte de materiais a elevada temperatura > 250º especificamente em transporte e máquinas a trabalhar em estradas.

Polegadas

mm

Diâmetro Interno

Diâmetro Externo
A/B*

Raio R de curvatura externa A/B*

Raio de Curvatura dinâmica    Mínima A/B*

Pressão máxima de operação **A/B*

1/4"

6 mm

6,2 mm

9,7 / 10,8 mm

15 / 25 mm

80 mm

24 / 132 bar

5/16"

8 mm

8,3 mm

12,3 / 13,7 mm

16 / 38 mm

125 mm

17 / 125 bar

3/8"

10 mm

10,2 mm

14,3 / 15,7 mm

18 / 40 mm

130 mm

12 / 98 bar

1/2"

12 mm

12,2 mm

16,8 / 18,2 mm

20 / 45 mm

140 mm

9 / 73 bar

5/8"

16 mm

16,2 mm

21,7 / 23,3 mm

28 / 68 mm

160 mm

7 / 69 bar

3/4"

20 mm

20,2 mm

26,7 / 28,3 mm

32 / 70 mm

170 mm

6 / 43 bar

1"

25 mm

25,2 mm

32,2 / 34,2 mm

40 / 85 mm

190 mm

3 / 55 bar

1.1/4"

32 mm

34,2 mm

41,0 / 43,0 mm

50 / 105 mm

260 mm

2.4 / 38 bar

1.1/2"

40 mm

40,1 mm

49,7 / 52,0 mm

60 / 130 mm

300 mm

2.4 / 38 bar

2"

50 mm

50,4 mm

60,3 / 62,6 mm

70 / 160 mm

320 mm

2 / 28 bar

2.1/2"

65 mm

65,4 mm

80,0 / 83,2 mm

90 / 200 mm

440 mm

1 / 25 bar

3"

80 mm

80,2 mm

98,0 / 101,2mm

110 / 240 mm

700 mm

1 / 25 bar

4"

100 mm

100,2 mm

118,0 / 121,2 mm

130 / 290 mm

750 mm

0.8 / 19 bar

5"

125 mm

126,2 mm

145,0 / 148,2 mm

500 mm

1000 mm

0.6 / 16 bar

6"

150 mm

149,8 mm

171,0 / 174,8 mm

700 mm

1300 mm

0.5 / 12.5 bar

(*) A: sem malha B: com uma malha (**) Pressão máxima de funcionamento a 20º C

•K100 Temperatura de operação > 100º C

•K250 Temperatura de funcionamento > 250º C

•K200 Temperatura de funcionamento  > de 200º C

•K350 Temperatura de funcionamento > 350º C

•Comprimento ilimitado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Distribuidor :

Tecmer-Tecnologia e Mercado,Lda

www.tecmer.pt            

Email:geral@tecmer.pt                            Tel: +351 252317314               Móvel: + 351 932308640

Ler mais

Manómetro Digital LEO 5 Ca da KELLER para medir a Quantidade de Líquido em Tanques e Temperatura

Manómetro Digital para medir a quantidade de líquido em tanques além da temperatura .

Aplicação para a indústria de Vinícola, Laticínios,Farmacêutica,Alimentar e Quimica.    

Para tanques ventilados D ou pressurizados D

O LEO 5 CA oferece um meio simpático de representar a medida da pressão do fundo de um tanque como a quantidade de líquido restante. Com um premir de um botão, o microcontrolador realiza cálculos utilizando a informação da forma do tanque e dimensões e mostra a quantidade de líquido remanescente de forma legível através do display de 5-digitos  LED  nas unidades desejadas (litros, galões, etc.).

A unidade é configurada usando um PC e software de utilização fácil para que o nível de enchimento, o qual determina a pressão, pode ser convertido numa quantidade de enchimento apropriada. Primeiro é selecionada a forma do tanque, seguidamente as dimensões do tanque e a gravidade específica do líquido são introduzidas.

O programa do software contém as formas de tanques mais comuns mas também permite qualquer forma entrando com os parâmetros numa tabela específica. O uso exclusivo de sensores de pressão absoluta no sistema do LEO 5 CA elimina o uso de cabos capilares ventilados com todos os problemas associados com as medidas de pressão feitas com um manómetro analógico.

A caixa do LEO 5 CA integra um sensor de pressão, que varia entre 0,8 bar e 1,2 bar absolutos. Os sensores para medir a pressão hidrostática no fundo do tanque são calibrados de 0,8 a 1,8 bar abs para tanques com mais de 5 m de altura, e 0,8 a 2,3 bar abs para tanques com mais de 10 m de altura. A pressão diferencial, calculada pelo microcontrolador, é a pressão hidrostática relativa. O conteúdo do tanque pressurizado é determinado utilizando a diferença entre a medida desde os dois sensores de pressão absoluta localizados no topo do tanque e fundo do tanque. A precisão do sistema acima dos 2 mbar (correspondem a uma coluna de água com 2 cm) é alcançada usando uma calibração computorizada e um procedimento de compensação para os sensores de pressão.

O LEO 5 CA torna possível ligar vários versões de sensores de pressão (com rosca, frente-flush com falange, ou sensores submersos). A fonte de alimentação para o sistema (8 to 28 V) pode ser fornecida externamente ou internamente a partir de um acumulador ou de uma bateria. O display é obtido premindo o botão da frente, e o valor aparece com uma duração configurável.

O LEO 5 CA tem duas saídas por contacto configuráveis e por valores de disparo. O aparelho deve ser alimentado externamente se a saída por relé for utilizada. 

 

 

 

 

 

 

Ler mais

Aquecedor de Bidões

Aquecimento de bidões/ Manta de aquecimento de barris / Manta de aquecimento / Camisa de aquecimento /Aquecedores de cilindros de gás / Cinta de aquecimento / 

Tipo:
Mantas de aquecimento de bidões 0-90º C As mantas de aquecimento de bidões, baldes e cilindros da Kuhlmann Electro-Heat A/S são mais efici- entes e utilizam consideravelmente menos energia do que os aquecedores de bandas convencionais. Os resultados dos testes mostram que as mantas elétricas são significativamente mais eficazes do que os aquecedores de bandas para aquecer e isolar bidões, baldes, cubas, cilindros de gás e mantas de aquecimento de Contentores IBC. A manta de aquecimento é o método mais rápido, mais fácil e mais económico de aquecer e manter a temperatura dos seus materiais industriais.

 

 
Ler mais

AQUECIMENTO DE BIDÕES ;MANTA DE AQUECIMENTO PARA IBC;AQUECIMENTO DE LÍQUIDOS EM IBC

Aquecimento de bidões / Manta de aquecimento de barris / Aquecimento de IBC /Aquecedores de cilindros / Cinta de aquecimento /Mantas de Aquecimento de IBC.  
 
 
 
 
 
Tipo:
Mantas de aquecimento de bidões de temperatura mais elevada 0-200º C Esta manta de aquecimento de bidões é especificamente concebida para fundir ou reduzir a viscosi- dade de  produtos que necessitam de potências mais elevadas do que as que podem ser obtidas com a mantas de aquecimento de bidões normais.
■ Camisa de tecido de silicone/vidro
■ Termostato 0-200º C
■ Manta de filamentos de vidro
■ Proteção IP40
■ Elemento de resistência em espirais  
■ Duração do aquecimento aprox. 24 h (200 l de isoladas de silicone  água de +15º C a +80º C com uma manta de ■ Fivelas ajustáveis de desengate rápido  aquecimento de bidões de 1200 W)
■ Cabo de alimentação de 3 metros
■ A placa de aquecimento de bidões pode ser
■ Tamanhos normalizados 25 l, 50 l, 105 l, 200 l  utilizada adicionalmente 
 
 
 

 

Ler mais

ASPIRADOR DE PÓ COM FILTRO HEPA

O QUE É O NOVO ASPIRADOR - HEAVY DUTY HEPA VAC DA EXAIR ? 

O Novo Aspirador a Ar Comprimido -HEAVY DUTY HEPA VAC  da EXAIR  é fixo a um bidão standard de 200 ou 400 litros  de forma a torná-lo num potente  Aspirador Industrial HEPA ( High Efficiency particulate Air ).

Tal como o Heavy Duty Dry Vac que foi desenhado para aspirar mais material com menos uso , o Heavy Duty HEPA foi desenhado para aspirar e filtrar contaminantes em ambientes com muitas poeiras e que requerem limpezas frequentes.    

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Projectado para ambientes que requerem limpeza regular , o filtro HEPA é desenhado tendo em vista a sua elevada capacidade.

Os aspiradores convencionais entopem rapidamente em ambientes com abundância de pó ou partículas.Um económico pré-filtro de fácil manutenção impede a circulação de partículas maiores de limalhas, enquanto que o filtro HEPA trata das matérias mais pequenas.

Todos os filtros EXAIR são 100% testados de acordo com a norma IEST-RP-CC-007 para um mínimo de 99,7% de filtragem num nível de 0,3 microns de acordo com os standards HEPA.

Um filtro opcional está disponível de forma a prolongar o tempo de vida do filtro HEPA.

O Aspirador HEAVY DUTY HEPA não utiliza eletricidade e não tem partes móveis , assegurando o seu funcionamento livre de manutenção.

Isto elimina o risco de choques elétricos muitas vezes associados com os aspiradores elétricos.

A mangueira anti-estática impede choques dolorosos quando aspira materiais secos e poeirentos.       

APLICAÇÕES:

  • Remoção de grandes quantidades de pó
  • Limpeza em redor de areia  e equipamento produtor de pó
  • Ambientes abrasivos.
  • Pavimentos de lojas
  • Acabamentos de secagem de paredes.
  • Contaminantes industriais 
  • Remoção de materiais alergogéneos
  • Eliminação de restos de lixos de exaustão.  

 

 

 

 

Ler mais

CAUDALÍMETROS

Caudalímetros

Ler mais

MEDIÇÃO DO CONSUMO DE AR COMPRIMIDO NUMA INSTALAÇÃO INDUSTRIAL

http://blogdatecmer.blogspot.pt/2014/12/a-medida-do-consumo-de-ar-comprimido-e.html

Ler mais

SENSORES DE NÍVEL - KELLER

 

 

 

Os transmissores de pressão utilizam-se para medir o nível estático e dinâmico da água em poços, tanques, cisternas, represas e rios, entre outros. Os transmissores têm um erro de temperatura muito baixo e uma grande precisão e fiabilidade. Isto se consegue-se graças à compensação digital de um sinal

completamente analógico e à compensação de temperatura da saída analógica proporcional à altura da coluna de líquido por cima do transmissor.

Os sensores são fabricados pela KELLER AG für Druckmesstechnik na Suiça.

 

 

 

Ler mais

SENSORES DE NÍVEL , TEMPERATURA E CONDUTIVIDADE

 

As versões CTD da série DCX-22 são autônomas, alimentadas por pilhas e coletor de dados livre de manutenção. Fabricados com aço inoxidável, que registram o nível de água ( pressão ), a temperatura como também a condutividade, por períodos de tempo prolongados. A abreviatura CTD corresponde os termos em inglês " Conductivity " Temperature " e" Depth ".

Esta ficha de dados especifica a medição de condutividade adicional que a versão CTD possue, diferenciando-a da linha padrão DCX-22. As especificações para pressão e temperatura estão detalhadas nas fichas de dados das séries DCX-22 AA e DCX-22 (SG/VG).

O controle da condutividade é cada vez mais encontrado nas aplicações de medições de nível, onde também mudanças na qualidade da água devem ser detectados. A sonda permite por exemplo ao mesmo tempo que mede o nível de águas subterrâneas, detectar contaminações por entrada de água salgada, partículas e outras contaminações em geral.

Com o Software da Keller Logger 5.1 de programação e leitura, pode-se selecionar os intervalos de condutividade ( 0…0,2 mS/cm, 0…2 mS/cm, 0…20 mS/cm ou 0…200 mS/cm ), como também o coeficiente de temperatura do meio medido, resultando no valor compensado da condutividade normalizado a 25°C.

DCX-22 AA CTD
O coletor de dados DCX-22 AA CTD registra o nível de águas subterrâneas, através do método de medição AA ( Absoluta-Absoluta ), mede e compensa as oscilações da pressão barométrica por meio de um barômetro à prova d’água, construído com diafragma de aço inoxidável. A vantagem desse método de medição é não precisar usar tubos capilares que são sensíveis a humidade.

DCX-22 CTD
No coletor de dados DCX-22 CTD, o sensor, a parte eletrônica e a pilha, estão instalados juntos dentro de um tubo de aço inoxidável. Para transferência de dados coletados, é necessário retirar o coletor do fluído medido. O DCX-22 CTD utiliza um sensor de pressão absoluta. Em águas rasas, onde as oscilações da pressão atmosférica influem na medição, recomenda-se usar um segundo DCX na superfície, com o objetivo de registrar a pressão atmosférica . A diferença de pressões é obtida no PC, através da subtração dos dois valores registrados.

DCX-22 SG/VG CTD
As versões DCX-22 SG/VG CTD possuem uma saída de cabo. O conector da interface está preso na superfície por meio de um disco de bloqueio. Para leitura dos dados, o coletor não precisa ser retirado do tubo de imersão. Na versão VG ( medição da pressão de referência ) o capilar do cabo de compensação da pressão de referência vai até a carcaça de cima, no conector de leitura, onde a abertura de referência está protegida por um diafragma de material Gore-Tex®.

Ler mais

MEDIDA DO CAUDAL DE LÍQUIDOS E GASES DA CAPTOR

APLICAÇÕES DA INDÚSTRIA

SISTEMAS DE cLIMATIZAÇÃO AMBIENTE (ECS)  

A Monitorização de fluxo de ar em aviões ECS é fundamental para garantir o resfriamento adequado nas áreas críticas, como o colector de aviões.
O Vent -captor é geralmente instalado nas linhas de abastecimento de ar secundárias que levam ao colector de aviões, áreas de carga e cabine principal. A saída de estado sólido pode ser definido através de uma ampla gama de fluxos de 0,25-100 SPPS.

SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO DE ÓLEO   

O Flow Captor , Modelo 4204 / 4050,31 monitoriza o arrefecimento do circuito do transformador da taxa de fluxo de óleo e temperatura em sistemas de comboisos de alta velocidade. 
O Flow-captor é ideal por causa da sua capacidade de saída dupla, permitindo o controlo da taxa de fluxo e a temperatura do óleo de transferência de calor de arrefecimento dieléctri
DETEÇÃO DE FLUXO  na pulverização de  carvão
Os vent-captores estão localizados em bicos de 1 polegada de diâmetro a ângulos de 30 graus em relação à direcção do fluxo de carvão. 
Os bicos são de fechados no topo para as linhas de alimentação de carvão. Enquanto o carvão está fluindo, uma sucção será criada e ar fresco será puxado para dentro da linha de sucção além do Vent-captor. 
Se uma linha de alimentação de carvão é bloqueada, o Vent-captor vai sinalizar o operador antes de qualquer dano ocorre para equipamentos associados.

DETEÇÃO DE AGITAÇÃO  

O Flow-captor  de fluxo pode ser usado para detectar a agitação em vários processos. O Flow -captor é calibrado para detectar a diferença nas propriedades de transferência de calor entre os meios de comunicação e ainda agitados, bem como a diferença entre as condições de interface molhado / seco e produtos. 
O fluxo-captor pode ser equipada com uma saída dupla, um para detectar a agitação, a outra saída ajustado para desligar o agitador, se o nível do produto cai abaixo de um determinado ponto.

MONITORização  DE FLUXO DE líquidoS PARA PROTEÇÃO DE BOMBAs  

O Deslocamento positivo e sistemas de bombeamento centrífugo pode ser salvo de danos caras  em operação de fluxo seco ou baixo através do monitorização de fluxo com Flow captor tipo 4.120,13. 
O nosso Flow-captor é eficaz em praticamente todas os líquidos , incluindo pastosos e produtos viscosos. 
Os flow-captores são facilmente incorporados em circuitos de controlo existente para ativar a bomba de shut-off em uma condição de baixo ou nenhum fluxo. Ao alimentar o fluxo captor do circuito de controle da bomba, a unidade também será desligado automaticamente junto com a bomba para evitar a operação seca desnecessária e falsa alarmante.

MONITORização Do caudal DE ÁGUA  

Em instalações de tratamento de águas residuais, fluxo-captor ajuda a assegurar a quantidade correcta de água que é analisada a fim de determinar a quantidade de produtos químicos necessários. Para dosagem química, oferecemos uma gama de materiais resistentes para monitorar as taxas de alimentação e alarmante em quaisquer condições de escoamento.
A confiabilidade sem partes móveis do fluxo-captor elimina a possibilidade de falha mecânica prevenção falha no processo e consequentes danos decorrentes de vazamento ou derramamento de produtos químicos.

DETECÇÃO DE temperatura de METAIS   

  • Livre de Manutenção
  • Choque e vibração prova
  • Avaliação alta temperatura
  • Diodo infravermelho envelhecido artificialmente
  • Serviço de Longa Vida Faixa de Óptica

Aplicações típicas:

  • Detectar pontos quentes na Transportadores em instalações de incineração
  • Rastreamento de materiais em  Aço nas siderurgias.
  • Detecção confiável de componentes de metal quentes

SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO de radares 

O Vent-captor tem sido muito utilizado para sistemas de climatização industrial. Sistemas de resfriamento de ar de radar exigem alta confiabilidade para medição e comutação de fluxo de ar. desabafar-captor é a escolha perfeita para esta aplicação, por causa de seu projeto sem mover partes e ampla gama de fluxos de troca e de monitorização. Ele provou a confiabilidade e robustez para aplicações críticas associadas com o setor de HVAC. 

DETECÇÃO DE PROXIMIDADE  

  • Grande Detecção Distância
  • Programa completo para Problema Soluções Inovadoras
  • Choque e vibração prova
  • Temperatura alta 
  • Serviço de Longa Vida
  • Comutação ou Versões analógicas
  • Opções personalizadas especiais

Aplicações típicas:

  • Controle de Transportadora
  • Contando
  • Controles de rolos
  • Edge- & Centro de Controle de molinetes
  •  

 

Ler mais

CINTAS PARA AQUECIMENTO DE BIDONS E OUTRAS SUPERFÍCIES

 

Ler mais

ALIMENTAÇÃO E BEBIDAS

Food & Beverage

   
Food Freshness and Flavour Monitoring Food Freshness and Flavour MonitoringLonestar is an easy to use and powerful analyzer for food production and food safety compliance.  The instrument can monitor freshness, flavours, taints or contamination in food and beverages.  It detects aromas, essences and odour chemicals with high accuracy and sensitivity.  Process monitoring with Lonestar can complement a HACCP or ISO 22000 approach to ensuring food safety and quality.
Real-time measurement of diacetyl in beer Real-time measurement of diacetyl in beerThe flavor of beer is strongly influenced by the presence of diacetyl and 2,3-pentanedione. Owlstone's Lonestar analyzer can detect and measure levels of these two vicinal diketones (VDKs) in minutes, right on the brewery floor. Offering detection down to 30ppb (parts per billion) and the ability to measure total diketones or free diacetyl, the instrument is ideal for early fermentation monitoring and finished product quality assurance.
Real Time Identification and Monitoring of Trace Contamination Real Time Identification and Monitoring of Trace ContaminationLonestar is an easy to use and powerful analyzer for accurate, real time identification and monitoring of trace contamination. Foods that contain muscle tissue (meat, poultry and fish) can form biological amines through enzymatic and bacterial actions of proteins and amino acids. For example, trimethylamine (TMA) is formed by a stepwise degradation of choline to betaine and then to TMA.
Detecting sulfites and SO2 using Lonestar Detecting sulfites and SO2 using LonestarThe Lonestar portable analyzer is able to detect whether Traditional Chinese Medicines (TCM), herbal remedies and alternative medicine products contain sulphites by detecting the presence of trace amounts of sulfur dioxide (SO2). Sulfite sensitivity affects many people making the presence of sulfites in herbal medicines a common concern for consumers.
Detecting potato rot with Lonestar Detecting potato rot with LonestarMaintaining the quality and health of stored potatoes is vital for growers, processors and consumers but each year there are consistent and substantial losses due to storage diseases. The Lonestar portable freshness monitor can detect volatile chemical signatures associated with bacterial diseases such as blackleg and potato soft-rot in real time. This allows the early detection and isolation of rotten potato stock, helping to prevent further losses.
Detecting diacetyl vapor in the workplace Detecting diacetyl vapor in the workplaceThe Owlstone Chemical Agent Monitor (OCAM) detects diacetyl, a common industrial chemical that is used in foodstuffs such as microwave popcorn as a synthetic butter flavor. Inhalation of diacetyl has been shown to cause bronchiolitis obliterans (AKA popcorn lung or popcorn workers lung), a potentially fatal disease in which the bronchioles are narrowed by scar tissue and inflammation.
Quality control of spices using Lonestar Quality control of spices using LonestarThe Lonestar gas analyzer can be used to rapidly identify and measure the volatile essential oil content of spices such as cinnamon, cumin, ginger and cloves. With sampling taking only 10s of seconds, Lonestar offers a fast alternative to time consuming distillation methods for quality control.
Rapid Screening of Plastic Bottles for dibasic esters Rapid Screening of Plastic Bottles for dibasic estersThe Lonestar portable analyzer allows rapid detection of bottle rinse cleaning solvent DBE-3 (dibasic esters) and DMS (dimethyl sebacate) in PET (polyethylene terephthalate) beverage bottles and food containers at concentrations below 50 ppb, aiding compliance with FDA food contact notifications.
Validating Clean in Place Processes Using Lonestar Validating Clean in Place Processes Using LonestarFast validation of Clean in Place (CIP) cycles by monitoring the composition of rinse water is vital to ensure adequate tank cleaning and for the optimisation of production processes in the food, beverage and pharmaceutical sectors. Lonestar delivers rapid, sensitive and accurate monitoring of rinse water helping to reduce water and cleaning product consumption.
2,4 dichlorophenol in milk detection with Lonestar 2,4 dichlorophenol in milk detection with LonestarLonestar is an easy to use and powerful analyzer for accurate, real time identification and monitoring of trace flavor contamination in milk including 2,4-dichlorophenol (DCP), 2,4-dibromophenol (DBP), biogenic amines such as triethylamine (TEA), milk adulterant benzoic acid and the milk age marker lactic acid.
Tribromoanisole Detection with Lonestar Tribromoanisole Detection with LonestarLonestar is able to rapidly detect tribromoanisole (TBA) at concentrations as low as 10 ppt. TBA has been identified as a common contaminant in the pharmaceutical, food and wine industries. It has been cited by the FDA as a cause for concern and has been the reason for a number of product recalls.
Screening and age monitoring of edible oils Screening and age monitoring of edible oilsWithin the edible oils industry, Lonestar can offer at-line screening and monitoring of raw material contamination; flavor thresholds; preservative levels; fatty acid methyl esters; and residues from cleaning-in-place.
Rapid Analysis of 4 Methyl Imidazole (4-MEI) Rapid Analysis of 4 Methyl Imidazole (4-MEI)The Lonestar Analyzer can detect and quantify 4-Methyl-Imidazole (4-MEI, also sometimes called 4-MI) within 15 minutes, in a range of backgrounds, including caramels and soy sauce. Deploy Lonestar to ensure compliance with Proposition 65 and improve plant throughput and productivity.
Detection of Melamine in Milk Detection of Melamine in MilkMelamine is an organic base that is widely used in plastics, adhesives, dishware and whiteboards. However, in China, it is sometimes illegally added into milk powder, liquid milk and other dairy products to increase the apparent protein content. A WHO white paper published in the wake of the 2008 Chinese milk scandal concluded that ingesting melamine can lead to the formation of kidney stones and other kidney damage. In 2012, The UN food standards body, Codex Alimentarius Commission, lowered the maximum limit for dairy products to 0.15mg/kg.

 

Ler mais

Monitorização e Controlo dos Níveis de água numa piscicultura

Monitorização e controle dos níveis de água numa uma piscicultura

A fazenda de peixes Villitaimen Osuuskunta em Kemijärvi (Lapónia) cresce vários tipos de peixe e os vende para usinas hidrelétricas. O abastecimento de água a toda a fazenda de peixes é garantida pela pressão hidrostática, como a fazenda não utiliza bombas de água. O fluxo de água é regulada manualmente, enquanto que sondas de nível KELLER PAA-36XW monitorar o nível ea temperatura da água. AGSM -2 é instalada no poço de tela e envia dados para um telefone celular via SMS informando sobre o nível da água e da temperatura.

Monitorização Remota dos Níveis de enchimento num Aquário

Na quinta de peixes Villitaimen Osuuskunta cresce truta, grayling e vários tipos de peixe branco do rio que fornece os seus próprios peixes mãe. Os peixes crescem na nos tanques até que, depois de dois a quatro anos, eles são vendidos a centrias hidrelétricas. As turbinas usadas nas referidas unidades prejudicam a migração dos peixes  de rio dentro do sistema; assim eles compram peixe, a fim de colocá-las em rios para reabastecer-los.

 

tanques de peixes para o peixe cresceuOs tanques de peixes para os peixes cultivados.


tanques de peixes para o peixe cresceu


O abastecimento de água toda funciona com pressão hidrostática. Sem bombas de água são usados ​​na exploração, principalmente por razões de segurança. Dessa forma, a fazenda não é dependente de fornecimento de energia elétrica e os peixes são fornecidos com água fresca, independentemente de cortes de energia em potencial. O fluxo / nível da água no poço tela é regulada manualmente com uma barragem submersa no rio. Após fluir livremente através de vários tanques de peixes, a água flui através de uma refinaria biológica de volta para o rio. A quantidade de água que pode ser retirada dos rios está legalmente regulada - um fato que é de grande importância para os proprietários de piscicultura. Quanto mais quente a água, menos oxigênio pode ser dissolvido e mais água deve ser aproveitado a partir do rio para que o peixe para sobreviver. E a sobrevivência da fazenda e seus quatro funcionários depende directamente o bem-estar da população de peixes.
 

 

Ler mais

AQUECEDORES DE BIDON ATEX

Atex Drum Heater

 

ATEX drum heaters is a special drum heater type designed and approved to Ex Zone 2 compliance with 94/9 / EF (ATEX). 

The drum heaters are perfect to safely heat and keep fluids frost free in a drum.

Details:

  • Gentle and uniform heat transfer due to a dynamic and level depended heat emission
  • Extended protection grade IP54 and hydrophobic materials
  • Complete PTFE- (Teflon®) coating for a maximum long-life cycle and highest reliability against bases, acids, solvents, etc. – free of silicone.
  • Circumferential (360º C) belts with adjustable buckles ensuring an optimal fitting and easy handling
  • Real 3-dimensional design for an optimal fitting and heat transfer

 

 

 

 

 

Technical Data

  • Nominal voltage: 115 or 230VAC, 50-60Hz
  • Heating element: Self-limiting
  • Power Connection: H07BQ-F, PUR coated, orange, acc VDE 0282 part 10 / HD 22.10
  • Temperature Sensor: PT100 / Thermocouple (optional): EEx-e or EEX-i
  • Surface resistance: <3*10?Ω/m²
  • Ambient Temperature: -15ºC…+35ºC
  • Protection grade: IP65
  • Directives and Norms: Atex directive 94/9/EG
  • DIN EN 60079-0, DIN EN 60079-7
  • DIN EN 60079-30
  • DIN EN 13463-1
  • Marking:ATEX ll 3G Ex e ll T5 
Ler mais

Sensores para a Indústria Cervejeira e Vinícola

Sensores e Sistemas para a Indústria da Cerveja 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ler mais:

Ler mais

Sensores de Nível de Alta Precisão RFLS-35

  • Desenhado para uma ampla gama de fluídos, viscosos & materiais pegajosos incluindo ketchup, yogurt, xaropes, cremes, pastas, combustíveis, óleos, ácidos, alcalinos, alcatrão e mais...
  • Desenhado para fácil limpeza & resistente a materiais aderentes para prevenir do risco de contaminação e redução tempo de paragem.
  • De elevada precisão, com uma clara distinção entre líquidos e espumas e função de deteção única configurável.
  • Desenho compacto para fácil montagem a qualquer recipiente, tubo ou tanque.
  • Configuração através de pen magnética.
  • Desenho Universal para todos os tipos de (condutividade electrica e não-conductivas).
  • elevada estabilidade (possível uso para substâncias com r 1.5 )

Ler mais